MÃE-GALINHA



2004-08-07

FÉRIAS

Eu e as miúdas estamos de férias. O pai não. Melhor, as miúdas estão de férias, o pai está a trabalhar e eu estou à beira de enlouquecer. As miúdas andam inesgotáveis e exigem programas variados. Falta-me o tempo, a paciência e a imaginação. Só vamos para fora no dia 15... Todos os dias tento imaginar actividades diferentes e divertidas mas nem sempre é possível agradar a gregos e a troianos.
A Carminho entrou na fase do ok-já-sou crescida-e-estou-sempre-a-pôr-me-em-pé-e-a-mexer-em-tudo. É de doidos. Não gosto de estar sempre a pô-la no parque. Ela também não gosta. Sempre que é possível e seguro, deixo-a andar ao pé de mim. Mas não posso virar costas: noutro dia fui dar com ela à dentada a uma cebola.
Confesso que este não é o ideal de férias de quem passa o ano a dar o litro. Entre idas à praia(indescritíveis, com três crianças....), passeios de bicicleta (eu a correr atrás das duas mais velhas, a empurrar o carrinho da Carminho, a tentar que nenhuma - incluindo eu - se estampe), as inevitáveis idas ao supermercado, refeições e mais refeições, roupa imunda (típico das férias, basta que haja gelados ao lanche), SOCORRO!
Vantagens das férias:
1. Não se trabalha (que é como quem diz, não se trabalha LÁ, no empregozinho estatal);
2. Não há correrias matinais;
3. Recupera-se a forma. Por isso é que não faço ginástica durante o ano;
4. Fuma-se muito menos. Apesar de se viverem muito mais situações de stress, aliás, de stress absoluto, não se fuma em casa, só à janela. Mas nem para isso há tempo;
5. Comem-se gelados ao lanche (o que é uma vantagem, apesar da imundíce que representa);
6. Conhecem-se montes de mães de crianças de idades próximas das nossas. Muitas invejam a prole de três e deixam-me babadíssima;
7. Encontram-se pessoas que não víamos há anos, só porque nas férias frequentamos sítios que não frequentamos no resto do ano (por exemplo, centros comercias às 9h da manhã);
8 E...A grande vantagem das férias é que não se passa o dia com saudades delas (nota: é óbvio que neste momento estão as três a dormir; senão não sei se teria escrito esta última frase...).
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5